O Campeonato Brasileiro, tem se tornado a cada temporada que passa, mais monótono e repleto de polêmicas… É um absurdo chegar nas últimas rodadas e, pelo menos metade dos 20 times da série A e B, não estarem disputando absolutamente nada…

Cai por terra, dessa forma a desculpa dos jornalistas brasileiros (que se acham europeus, como disse o Quesada onte no Jogo Aberto) de que o formato por pontos corridos vai sempre premiar a melhor equipe pois, quando nas últimas rodadas algumas equipes estão desinteressadas na disputa, seu desempenho em campo passa a influenciar diretamente no resultado final do campeonato, tomemos por exemplo o Fluminense, que neste ano contou com a evidente ajuda de São Paulo e Palmeiras, o que lhe rendeu 6 pontos fora de casa que podem ser decisivos para conquistar o título. Ou seja, nos pontos corridos não se premia o melhor time e sim o time que teve a tabela mais favorável. Uma idéia que está sendo discutida é a de que se disputassem clássicos regionais nas últimas rodadas, dessa forma a disputa na reta final tornaria-se mais equilibrada. Ok, é uma boa idéia, mas impossível de se executar na prática pois, se levarmos em consideração que temos em disputa 20 equipes de todo o país, seria muito difícil fazer 2 ou 3 rodadas de clássicos para todos, pois tem que se avaliar a possibilidade, na hora de se fazer a tabela, que a grande maioria das equipes não teria 3 clássicos seguidos pelo simples fato de não ter 3 adversários regionais, isso só acontece com os times paulistas e cariocas, que hoje possuem mais times na 1ª divisão. Sem falar no prejuízo que a TV teria pois não poderia se aproveitar de forma correta do retorno de audiência nas exibições de clássicos que acontecem em torno do campeonato. Enfim, na minha opinião é um modelo totalmente inviável para se utilizar num país como o Brasil, com uma rivalidade tão grande entre as equipes. Isso tem influenciado o resultado dos últimos campeonatos e foi o fator decisivo para a reta final do Brasileirão 2010.

Mata-mata é a melhor opção

Somos o país do futebol, certo ? então não devemos seguir uma tendência simplesmente porque a Europa segue essa linha, temos que pensar no que o brasileiro quer, o que traz emoção para o campeonato e faz os torcedores terem motivos para acompanhar seu times até o fim do campeonato.. Quem não sente saudades dos tempos em que as fases finais do Brasileirão movimentavam o país, nas ruas de todo o lugar só se a conversa dos torcedores e amantes do futebol a esperar ansiosamente  pelas memoráveis partidas decisivas. Num formato onde 8 times se classificam para as decisões e 4 são rebaixados, o que temos é que até a última rodada teremos quase todos os times disputando por algo, se analisarmos o equilíbrio do campeonato, vai ser comum o 12º colocado chegar na última rodada com a possibilidade de, com uma combinação de resultados chegar em 8º e se classificar. Isso intensificaria a disputa e faria com que os times dessem o seu máximo até o final, ao contrário do que acontece hoje, com as entregadas e com as malas de todas as cores correndo país afora. E digo mais… se querem premiar as equipes mais regulares, ótimo, faz com que, na fase de classificação, os 4 primeiros (ou 3) sejam os classificados para a Libertadores, sendo assim, se uma equipe que teve a ¨sorte¨ de se classificar em 8º e acabar sendo a campeã, ela não teria o direito de disputar a competição continental, pelo simples fato de que não teria sido uma das melhores equipes (em regularidade) no campeonato. Em contrapartida, teríamos 8 equipes disputando um título de extrema importância, estádios lotados, torcedores empolgados e tudo que faz de um capeonato, algo emocionante. As equipes passariam a das valor aos títulos novamente, e não a simples busca por uma vaga em outra competição, que é o acontece hoje. Os times comemoram muito mais a vaga para a Libertadores do que o próprio título em si.

Por que não premiar a equipe mais regular com o título ????

Simples…. pois o futebol se tornou o esporte mais popular do mundo, pois nem sempre o melhor vence, pelo simples fato de que, quando se entra em campo, tudo pode acontecer e, em partidas decisivas o adversário que tecnicamente pode ser mais fraco, tem a possibilidade de se superar e vencer o mais forte e são nessas partidas em que descobrimos os verdadeiros craques, os caras que assumem a responsabilidade e levam seus times à vitória. Quando optamos por um campeonato de pontos corridos, estamos ao mesmo tempo indo contra tudo aquilo que fez o futebol ser o fenômeno esportivo que é… Estamos afastando os torcedores e, logicamente, passamos a dar valor para torneios mais emocionantes como a Libertadores e até mesmo a Copa do Brasil. É hora do brasileiro voltar às suas raízes e reencontrar a emoção e a disputa até o final em seu principal campeonato, isso só traria benefícios para os clubes, torcedores, e para a TV transmissora.

Isso é só uma opinião, mas é algo que tem ganhado força nas últimas semanas e acredito que a CBF deve fazer algo nos próximos anos para transformar o Brasileirão num campeonato menos monótono no futuro.

Em tempo: O futsal do Corinthians, em exibição brilhante, venceu a Malwee-Jaraguá, em Jaraguá ontem, por 4 x 2, num jogo emocionante onde a equipe corinthiana praticamente eliminou o time de Falcão da competição. O futsal do corinthiansestá enchendo de orgulho a fiel neste ano de 2010.

#vaicorinthians

#seremoscampeoes


Hoje tem Corinthians X Malwe, às 19:30 com transmissão no Sportv pela Copa Brasil de Futsal que está sendo disputada em Jaraguá-SC. Mais uma dura missão para o excelente time de futsal do PSJ que, mesmo não estando nas finais da Liga Futsal, deve ser motivo de orgulho para o corinthiano, pois foi, sem dúvida alguma, a melhor equipe de futsal da história do Corinthians e a melhor e mais completa equipe da Liga Futsal 2010, que infelizmente ficou de fora da final por uma fatalidade típica do futebol…

É hora de apoiar os guerreiros alvinegros das quadras e incentivá-los para que em 2011 a equipe consiga manter o alto nível que encantou os amantes do futsal brasileiro em 2010.

VAI CORINTHIANS !!!


Direto do blog felldesign

Em breve, numa segunda divisão perto de você…


Que existe uma imensa fogueira de vaidades por entre as portas do Parque São Jorge isso todos sabem mas… o fato de nosso último grande ídolo recente, o cara que foi contratado pela diretoria para ser o Sr. Centenário, recebendo um alto salário e participando de eventos em nome do Corinthians por todo o país declarar ter sido barrado em pleno Pacaembú causa, no mínimo, estranheza e preocupação.

Na verdade quando esse tipo de notícia vem a público é um sinal de que, alguma coisa internamente não anda nada bem, significa que o relacionamento entre a diretoria pode estar até mesmo rachado. Pra esse tipo de atrito vir a público, muita coisa precisa estar errada, e sabemos que, o Corinthians tem todo um histórico de desrespeito a ídolos, como já aconteceu com Rivellino, Sócrates, Basílio, Neto, entre tantos outros.

Agora, o que acontece nos bastidores, é realmente a diretoria que desrespeita arbitrariamente alguns de seus ídolos ou são os ídolos que exigem cada vez mais regalias para a diretoria e, dessa forma fazem com que a relação entre ambos estremeça ? Em minha opinião, um pouco de cada uma dessas hipóteses está acontecendo e, não estamos mais em posição dar motivos para a imprensa em geral se deliciar com notinhas negativas sobre bastidores do Corinthians. Penso que, da mesma forma que um jogador não possa por um lado se dizer maltratado pela diretoria e por outro receber salários para representar o clube, o próprio clube deve cuidar de manter sua imagem perante TODOS os ídolos da torcida pois eles são o alicerce da paixão corinthiana e muitos jpa mostraram que da mesma forma que sabem chorar copiosamente em documentários sobre o Corinthians, também sabem reclamar públicamente aos quatro cantos quando se julgam desrespeitados. Isso mostra que, apesar de muita coisa ter mudado no Parque São Jorge, muito ainda há por fazer, e a guerra de egos e por espaço internamente no Corinthians é uma batalha sem fim, que tende a se tornar cada vez mais pública em 2011, ano eleitoral no Timão.

Até que ponto o ídolo tem direito à regalias dentro do clube e qual o limite que a diretoria deve estabelecer aos nossos heróis ? Por que a cada nova diretoria, ídolos que estavam ¨esquecidos¨ (pela diretoria e não pelos torcedores) voltam a ter notoriedade dentro do PSJ enquanto outros ficam ¨de lado¨ ? Esses são alguns dos tópicos que devem ser observados além da simples e eterna briguinha interna entre clube e ex-atleta…


Confira o vídeo da homenagem que o Globo Esporte fez para a torcida corinthiana. Mais uma prova da fé dessa torcida que vai continuar acreditando no impossível até o último momento…

Onde há Corinthians, há esperança !!!


Capitão Willian escreve carta de agradecimento para a Fiel Torcida

Segue abaixo, na íntegra:

Bom dia, Fiel Torcida!

Hoje é um dia muito especial pra mim. Como a maioria já deve saber decidi encerrar minha carreira de atleta profissional esse ano. Uma decisão já pensada e cogitada desde o fim do ano passado. Assim, hoje será meu último jogo diante de vocês, fieis torcedores.

Escrevo essa carta apenas para agradecer a todos o apoio e carinho que me deram. Mesmo as criticas sempre foram por mim analisadas e, com algumas, até concordei com quem as fazia.

Foram 3 anos de muita luta, muita dedicação e muita responsabilidade. Ser jogador do Corinthians é muito difícil. Ser capitão é ainda mais difícil. Principalmente pelo momento em que cheguei ao clube. Felizmente obtivemos conquistas dentro e fora do campo. O Corinthians hoje é mais forte do que era e será ainda mais forte no futuro pelas mudanças estruturais que a diretoria vem implementando.

Já sinto saudade da energia que vem das arquibancadas do Pacaembu e de ouvir os gritos de incentivo que nos inflama dentro de campo.

Procurei esse ano não pensar muito que seria o último justamente pra não atrapalhar meu desempenho em campo. Confesso que não consegui fazer isso em todos os jogos. Uma ansiedade muitas vezes tomava conta de mim e me atrapalhava bastante. Peço desculpas por isso.

Hoje minha maior vontade é que vençamos e que eu faça uma partida impecável, mas a vitória é mais importante do que qualquer coisa. Mais até do que meu desejo em fazer uma partida perfeita.

Bom, é isso Fiel. Esse é o agradecimento de um homem, que um dia ainda criança, sonhou jogar e encerrar a carreira em uma grande equipe brasileira. Meu sincero agradecimento a todos que de alguma forma colaboraram para que esse sonho se tornasse realidade.

VAI, PARA SEMPRE, CORINTHIANS!!!

Obrigado por tudo capita e que sejas iluminado na nova caminhada que escolher, a Fiel sempre estará contigo pois jamais se esquece dos guerreiros que vestiram com honra essa camisa.


“Os dois piores times do mundo são: Em segundo lugar, o time reserva do Palmeiras. Em primeiro, os titulares.” – Wylliam Douglas, direto do Blog da Rádio Coringão